De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cerca de 30,61% dos candidatos de Mato Grosso do Sul possuem Ensino Superior completo e 32,18% concluíram o Ensino Médio.

Ao todo, o Estado teve 8.580 pedidos de candidatura aos cargos de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Desse total, os que declararam possuir Ensino Médio completo, Ensino Superior completo ou Superior incompleto chegam a 5.841.

O maior número no quesito escolaridade é de candidatos com Ensino Médio completo: 2.761 registros. O Superior completo é o segundo da lista, com 2.626 candidatos.

Já entre Superior incompleto, o dado é um dos menores, com 454 representantes, seguido apenas por candidatos que sabem ler e escrever – um total de 240 concorrentes.

Os dados apresentados pelo Tribunal Superior Eleitoral são detalhados em diversos pontos; por exemplo, dos candidatos inscritos no Estado, 1.164 possuem o Ensino Fundamental incompleto, enquanto 855 têm o Ensino Fundamental completo e 480 Ensino Médio incompleto.

Em relação à ocupação dos candidatos, 1.514 declararam exercer “outras atividades”, não especificadas, e 655 são empresários. Em seguida, as profissões que mais aparecem são de servidor público municipal, comerciante, dona de casa e agricultor. Por fim, os candidatos que já têm cargo público, como o de vereador, são 384.

Outro dado interessante é que a maioria dos candidatos é casada, cerca de 52,6%, enquanto os solteiros são 36,1%.

Prefeitura
A maioria dos candidatos ao cargo máximo nos municípios (262 de 289) possui, pelo menos, o Ensino Médio completo. O cenário se repete entre almejantes a vereadores no Estado: apenas 2.646 de 7.987 candidatos não completaram os estudos.

Para vice-prefeitura, 264 dos 295 candidatos em Mato Grosso do Sul declararam ter Ensino Médio completo, Ensino Superior completo ou Superior incompleto.

Campo Grande
Para a prefeitura da Capital, a maioria dos candidatos possui o Ensino Superior completo. Dos 16 concorrentes, apenas um declarou possuir somente Ensino Fundamental completo, e outro possui Superior incompleto.

Todos os candidatos à vice-prefeitura possuem, pelo menos, Ensino Médio completo.

Dos candidatos a vereador, 687 dos 774 concorrentes declararam ter Ensino Médio completo, Ensino Superior completo ou Superior incompleto.

No total, 378 candidatos têm Ensino Superior completo (46,72%), 231 candidatos têm Ensino Médio completo (28,55%), 71 têm Ensino Superior incompleto (8,72%), 51 têm Ensino Fundamental completo (6,3%), 41 têm Ensino Fundamental incompleto (5,07%) e 11 leem e escrevem (1,36%).

Em relação à ocupação, a maioria dos candidatos – 172 deles – declarou “outros”, enquanto 79 disseram ser empresários; 44 são advogados; 40 são professores do Ensino Médio; 33 trabalham como servidores públicos aposentados e 52 são servidores públicos estaduais e municipais.

Informações: Correio do Estado

Compartilhar